Início > Artigos

Artigos

  • Descobrindo a velhice

    O Globo, em 01/03/2017

    Você desconfia que seu gosto envelheceu quando acha ‘La la land’ engraçadinho, mas meio chatinho, e quase todo mundo adora, inclusive Elio Gaspari.

  • A imortalidade de Ulisses

    Tribuna do Agreste, em 28/02/2017

    “Ulisses”, o histórico romance de James Joyce, com os seus 18 capítulos, é uma das obras literárias mais conhecidas da humanidade. No Brasil, a tradução do imortal Antonio Houaiss, colocando em língua portuguesa os 18 cantos da “Odisseia”, de Homero, tornou mais acessível esse importante trabalho. Mas, cá entre nós, o nosso povo tem mesmo orgulho é de outro Ulisses – o Guimarães – que se vivo fosse estaria agora comemorando os seus primeiros 100 anos de vida.

  • Cena carioca

    Folha de São Paulo (RJ), em 26/02/2017

    Na rua Santo Amaro, o velho High Life engolia a multidão em sua goela iluminada pelas gambiarras. Fila de povo que se estendia até a Glória. Ficamos no fim. Mas Valdomiro era homem de expedientes. Bartolomeu já se divertia desde o momento em que comprara os ingressos, não tinha pressa, saboreava lentamente o Carnaval. Valdomiro não, queria entrar logo.

  • Calamidade

    A Tribuna (ES), em 26/02/2017

    “Há que chorar sobre a cidade de Vitória ou deixar que a lembrança de sua beleza e generosidade chore em nós”, observou a Nuvem.

  • O desfile de Jucá

    O Globo, em 25/02/2017

    Pendurado no STF com nove inquéritos, o presidente do PMDB e líder do governo no Senado foio destaque deste pré-carnavalno quesito originalidade.

  • Não mexer na Lava Jato

    O Globo, em 24/02/2017

    Mais uma vez a Operação Lava Jato torna-se central nas definições políticas do Palácio do Planalto. A escolha do deputado Osmar Serraglio para o ministério da Justiça representa ou não uma tentativa de estancar a investigação? Se olharmos o relacionamento de Serraglio com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, para quem até mesmo pediu uma anistia pelo seu papel no impeachment da ex-presidente Dilma, é possível dizer que sim.

  • Tá tudo muito confuso

    Folha de São Paulo, em 24/02/2017

    Já lembrei, há tempos, o velhinho do Iseb, instituto criado pelo pessoal da esquerda, destinado a combater a Escola Superior de Guerra, que tramava o golpe de 1964, dirigido por Castello Branco e que resultou na deposição de João Goulart e nos 21 anos de ditadura militar. O velhinho ia a todas as reuniões onde os problemas da época (Vietnã, Cuba, reforma agrária, remessa de lucros etc.) eram resolvidos.

  • O desafio da impopularidade

    O Globo, em 23/02/2017

    Mesmo com um apoio no Congresso que chega a 80% dos deputados e senadores, o presidente Michel Temer tem uma relação ambígua com seus aliados. Enquanto os parlamentares vivem às voltas com seu eleitorado, e por isso evitam apoiar medidas impopulares, o presidente tem obrigatoriamente um olhar de mais longo prazo, pois, no momento, não está em condições de almejar uma vida política além de 2018. 

  • Maimônides

    Diário da Manhã (GO), em 23/02/2017

    Valderez Ferreira Braga tem um admirável currículo. Com a cultura amealhada em seus diversos cursos nacionais e internacionais, é autora da obra Rumos Culturais da Constelação USA: um olhar verde e amarelo (ED. Manole, 2017), de grande significância na literatura pedagógica universal.

  • Fora de sintonia

    O Globo, em 22/02/2017

    A posição do PSDB do Estado do Rio contra a privatização da Cedae, que afinal foi aprovada sem o apoio dos tucanos, é uma demonstração clara de como nossos partidos políticos não obedecem a programas nem têm uma linha de ação coerente em suas várias representações regionais.

  • Lula e o foro especial

    O Globo, em 21/02/2017

    A questão do foro especial por prerrogativa de função, popularmente conhecido como “foro privilegiado”, volta ao debate justamente no momento em que relatório da Polícia Federal enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) acusa os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff de obstrução de Justiça no caso da nomeação de Lula como chefe do Gabinete Civil de Dilma.

  • Tá tudo muito confuso

    Folha de S.Paulo (RJ), em 19/02/2017

    Já lembrei, há tempos, o velhinho do Iseb, instituto criado pelo pessoal da esquerda, destinado a combater a Escola Superior de Guerra, que tramava o golpe de 1964, dirigido por Castello Branco e que resultou na deposição de João Goulart e nos 21 anos de ditadura militar. O velhinho ia a todas as reuniões onde os problemas da época (Vietnã, Cuba, reforma agrária, remessa de lucros etc.) eram resolvidos.

  • Decisão equivocada

    O Globo, em 19/02/2017

    O Supremo Tribunal Federal, assumindo o protagonismo mais uma vez, decidiu que qualquer brasileiro preso em cadeias degradantes merece uma indenização do Estado. A decisão unânime veio à propósito de um preso do Mato Grosso do Sul, e tem repercussão geral, isto é, terá que ser seguida por todas as instâncias do Judiciário.