Início > Noticias > Acadêmicos Domício Proença Filho e Zuenir Ventura participam de homenagem ao Acadêmico Celso Cunha (1917-1989)

Acadêmicos Domício Proença Filho e Zuenir Ventura participam de homenagem ao Acadêmico Celso Cunha (1917-1989)

Os Acadêmicos Domício Proença Filho, Presidente da Academia Brasileira de Letras, e Zuenir Ventura participaram da homenagem ao centenário de nascimento do Acadêmico Celso Cunha (1917-1989), na segunda-feira, dia 19 de junho, às 17h30min, no Pen Club do Brasil (Praia do Flamengo, 172 – 10º andar).

Saiba mais

Quarto ocupante da cadeira 35 da ABL, Celso Ferreira da Cunha foi eleito em 13 de agosto de 1987, na sucessão de José Honório Rodrigues, e recebido pelo acadêmico Abgar Renault, em 4 de dezembro de 1987. Professor, filólogo e ensaísta, nasceu em Teófilo Otoni, MG, em 10 de maio de 1917, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 14 de abril de 1989.

Bacharelou-se em Direito (1938) e licenciou-se em Letras (1940) pela antiga Universidade do Distrito Federal. Estudou com professores filólogos de renome na Europa, como Jean Bourciez, Jacques Perret e Georges Millardet, e os brasileiros Antenor Nascentes e Sousa da Silveira.

Em 1947, formou-se Doutor em Letras e Livre-docente em Literatura Portuguesa pela Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil, com a tese O cancioneiro de Paay Gómez Charinho, trovador do século XIII.

Além da ABL, pertencia à Academia das Ciências de Lisboa, à Academia Mineira de Letras, à Academia Brasileira de Filologia, ao Círculo Linguístico do Rio de Janeiro, à Société de Linguistique de Paris, à Société de Linguistique Romane, à Association Internationale de Sémiotique, à Associación de Linguística y Filología de la América Latina, à Oficina Internacional de Información y Observación del Español e ao PEN Clube do Brasil.

Recebeu o Prêmio José Veríssimo (Ensaio e Erudição) da Academia Brasileira de Letras (1956); o Prêmio Paula Brito, da Prefeitura do antigo Distrito Federal (1958); o Prêmio Moinho Santista de Filologia (1983).

Em sua homenagem, foi publicado o volume Miscelânea de estudos linguísticos, filológicos e literários in memoriam de Celso Cunha, com a coordenação de Cilene da Cunha Pereira e Paulo Roberto Pereira, em 1995.

12/06/2017