Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Acadêmicos > Zuenir Ventura

Perfil do Acadêmico

Sétimo ocupante da Cadeira n.º 32, Zuenir Ventura foi eleito no dia 30 de outubro de 2014, na sucessão do Acadêmico Ariano Suassuna, e recebido no dia 6 de março de 2015, pela Acadêmica Cleonice Berardinelli.
Cadeira: 
32
Posição: 
Atual
Antecedido por:
Data de nascimento: 
1 de Junho de 1931
Naturalidade: 
Além Paraíba - MG
Brasil
Data de eleição: 
30 de Outubro de 2014
Data de posse: 
6 de Março de 2015
Acadêmica que o recebeu: 
Fotos relacionadas
Ver todas as fotos

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • A Anvisa contra-ataca

    O Globo, em 11/01/2022

    Enquanto entidades da sociedade civil - e agora até o Exército - se mobilizam para combater a Covid-19, que acaba de atingir recordes de casos, o presidente Bolsonaro segue em pregação aberta contra a vacinação, inclusive a infantil, baseando-se em fake news, ao afirmar que a letalidade nessa faixa etária é 'quase zero', quando seu próprio Ministério da Saúde contabiliza 308 mortes de crianças brasileiras entre 5 e 11 anos desde o início da pandemia.

  • A vez das crianças

    O Globo, em 28/12/2021

    No domingo passado, ao comentar em sua coluna a crise na Receita Federal, onde centenas de auditores entregaram seus cargos de direção, Míriam Leitão relatou o clima de 'indignação' e citou alguns exemplos do 'plano de demolição' de Bolsonaro imposto a outras áreas, como Ibama, ICMbio, Iphan, Funai, Fundação Palmares, Ministério da Educação. A essa lista, eu acrescentaria a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

  • As agressões e os prêmios

    O Globo, em 14/12/2021

    Equipes da TV Aratu, afiliada do SBT, e da TV Bahia, afiliada da Globo, foram agredidas por segu-ranças e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro neste domingo em Itamaraju, no sul da Bahia, região fortemente atingida pelas chuvas da última semana. O repórter Chico Lopes, da TV Aratu, levou tapa de um funcionário da segurança do presidente. Enquanto ele ameaçava os jornalistas, um apoiador de Bolsonaro furtou o microfone da repórter Camila Marinho, da TV Bahia. Em defesa da colega, Chico reagiu e foi ofendido pelo homem, que, contido por pessoas próximas, seguiu, de longe, proferindo ameaças e ofensas. Bolsonaro chegou a pedir calma ao segurança.

Vídeos relacionados