Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Noticias > ABL realiza na quinta-feira, dia 21 de julho, sessão de saudade em homenagem póstuma ao Acadêmico e teatrólogo Sábato Magaldi

ABL realiza na quinta-feira, dia 21 de julho, sessão de saudade em homenagem póstuma ao Acadêmico e teatrólogo Sábato Magaldi

A Academia Brasileira de Letras realizou quinta-feira, dia 21 de julho, a partir das 16:00h, sessão de saudade em homenagem póstuma ao Acadêmico, crítico teatral, teatrólogo, jornalista, professor, ensaísta e historiador Sábato Magaldi, que faleceu na noite de quinta-feira, dia 14 de julho. Após a sessão, o Presidente da ABL, Acadêmico e professor Domício Proença Filho, declarou vaga a Cadeira 24. Os interessados terão um mês para enviar suas cartas de candidatura. Quando do falecimento do Acadêmico, Domício Proença Filho, ocupante da Cadeira 28, determinou luto de três dias e afirmou: “Poderia dizer, a respeito de Sábato, tratar-se de um Acadêmico que era o próprio teatro na ABL. Para nós, há que lamentar a perda e, para o teatro, o desaparecimento de um de seus mais brilhantes representantes”.

A Secretária-Geral, Acadêmica e escritora Nélida Piñon, Cadeira 30, lamentou a perda do confrade: “O Teatro foi seu lar. Com rara maestria, Sábato Magaldi repartiu com o Brasil a grandeza e a essência contidas na arte de representar. Soube, como poucos, dizer-nos que a vida cabia por inteiro dentro das misteriosas dimensões do palco. Grata, Mestre, pelo amor que devotou à arte cênica”.

“Magaldi foi marcante figura no nosso teatro e na nossa humanidade”, afirmou o Acadêmico e poeta Carlos Nejar, Cadeira 4.

O jornalista e escritor Cícero Sandroni, atual ocupante da cadeira 6 da ABL, lamentou: “A ausência de Sábato Magaldi não se faz sentir apenas no teatro, em que foi um dos maiores historiadores e críticos. Mas, também, por toda cultura brasileira. Sua produção ensaística sobre teatro constitui um acervo da mais alta qualidade para a cultura brasileira”.

“Sábato foi um autor elegante no texto e na vida”, disse o Acadêmico e romancista Antônio Torres, Cadeira 23.

 

Saiba mais:

Sábato Antonio Magaldi nasceu em Belo Horizonte no dia 9 de maio de 1927. Foi professor titular de História do Teatro Brasileiro, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Lecionou, ainda, durante quatro anos, nas universidades francesas da Universidade de Paris III (Sorbonne Nouvelle) e de Provence.

Magaldi foi um dos grandes organizadores da obra de Nelson Rodrigues, de quem era amigo íntimo, e foi responsável pela classificação de suas peças segundo tema e gênero (Tragédias Cariocas, Peças Míticas e Peças Psicológicas). Seus prefácios às peças são verdadeiros ensaios sobre a obra do dramaturgo.

Produção Literária

Panorama do Teatro Brasileiro - Global Editora, 2001

Iniciação ao Teatro - Editora Ática, 1998

O Cenário do Avesso - Editora Perspectiva, 1991

Um Palco Brasileiro - O Arena de São Paulo - Editora Brasiliense

Nelson Rodrigues - Dramaturgia e Encenações - Editora Perspectiva

O Texto no Teatro - Editora Perspectiva

As Luzes da Ilusão, em parceria com Lêdo Ivo - Global Editora

Moderna Dramaturgia Brasileira - Editora Perspectiva, 1998

Depois do Espetáculo - Editora Perspectiva, 2003

Teatro da Obsessão - Nelson Rodrigues. Editora Global, 2004

Teatro da Ruptura - Oswald de Andrade. Editora Global, 2003

Teatro de Sempre - Editora Perspectiva, 2006

Cem Anos de Teatro em São Paulo - Editora Senac, 2001. Em colaboração com Maria Thereza Vargas

Edição da obra de Nelson Rodrigues. Teatro Completo - Editora Global, vários volumes

Teatro Vivo - responsável pela coleção

Amor ao Teatro – São Paulo – Edições Sesc

18/07/2016

Notícias relacionadas