Início > Noticias > Acadêmico Marco Lucchesi, Presidente da ABL, visita o Colégio Estadual Padre Carlos Leôncio da Silva, na Unidade Socioeducativa Cense Dom Bosco

Acadêmico Marco Lucchesi, Presidente da ABL, visita o Colégio Estadual Padre Carlos Leôncio da Silva, na Unidade Socioeducativa Cense Dom Bosco

O Acadêmico, poeta e tradutor Marco Lucchesi, Presidente da Academia Brasileira de Letras, visitou hoje, dia 7 de maio, segunda-feira, o Colégio Estadual Padre Carlos Leôncio da Silva. Por iniciativa própria, Lucchesi doou livros e conversou com os meninos, menores em conflito com a lei, internados na Unidade Socioeducativa Cense Dom Bosco, na Ilha do Governador.

 O Colégio fica no interior da Unidade Socioeducativa. De acordo com Lucchesi, tem matriculados 210 alunos, distribuídos em quatro turmas de Anos Iniciais, nove turmas de Anos Finais e uma turma de Ensino Médio, todas multisseriadas, atendendo jovens de faixa etária dos 12 aos 21 anos, em internação provisória, contando em seu quadro de funcionários com 26 professores.

A visita de Lucchesi ao CE Padre Carlos Leôncio da Silva não é um fato isolado. Sua militância em defesa dos direitos humanos faz parte de seu currículo, onde se destaca a participação em projetos literários e educacionais também em comunidades carentes em cidades como o Rio de Janeiro e Niterói, onde vive. Recentemente, esteve no Instituto Penal Talavera Bruce, onde, além de fazer palestra, doou livros novos e conversou com as detentas, na escola que funciona dentro dos muros.

 

O ACADÊMICO MARCO LUCCHESI

Sétimo ocupante da cadeira nº 15 da ABL, eleito em 3 de março de 2011, Marco Lucchesi é poeta, romancista, ensaísta e tradutor. Publicou mais de 40 livros ao longo de sua trajetória. Primeiro filho brasileiro de uma família italiana, o Presidente da ABL notabilizou-se pela criatividade marcada por uma sólida formação intelectual – que inclui o conhecimento de mais de 20 línguas.

Professor titular de Literatura Comparada da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Lucchesi tem pós-doutorado em Filosofia da Renascença na Alemanha. Formado em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), possui mestrado e doutorado em Ciência da Literatura.

Colaborador de importantes órgãos de imprensa, atualmente é colunista do jornal O Globo. Foi editor das revistas Poesia Sempre (Biblioteca Nacional), Tempo Brasileiro e da Revista Brasileira (ABL). É também conhecida a militância de Lucchesi em defesa dos direitos humanos – destaca-se sua participação em projetos literários e educacionais em presídios do Rio de Janeiro.

Seus livros mais recentes são O carteiro imaterial (ensaios), Clio (poesia) e O bibliotecário do imperador (romance). Lucchesi ganhou três Prêmios Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro.

07/05/2018