Início > Acadêmicos > Roberto Campos

Perfil do Acadêmico

Sétimo ocupante da Cadeira 21, eleito em 23 de setembro de 1999, na sucessão de Dias Gomes e recebido pelo Acadêmico Antonio Olinto em 26 de outubro de 1999.
Cadeira: 
21
Posição: 
7
Antecedido por:
Sucedido por:
Data de nascimento: 
17 de Abril de 1917
Naturalidade: 
Cuiabá - MT
Brasil
Data de eleição: 
23 de Setembro de 1999
Data de posse: 
26 de Outubro de 1999
Acadêmico que o recebeu: 
Data de falecimento: 
9 de Outubro de 2001

Notícias relacionadas

Artigos relacionados

  • A globalização e nós

    Jornal O Globo - Rio de Janeiro - RJ,, em 20/02/2000

    Um pensador de ótica social - democrática, Anthony Giddens, observou recentemente que poucos termos são freqüentemente usados, e tão pobremente conceptualizados, quanto “globalização”. Para alguns, representa uma internacionalização sem precedentes da vida econômica e política; seria o colapso das fronteiras, anunciando câmbios fundamentais na sociedade e na cultura. É tipicamente a turma do “fim”; o fim da História, o fim do trabalho, o fim da família. Para a comunidade internacional dos negócios é a perspectiva do crescimento incontido do mercado. Para os “hiperglobalizantes”, prenuncia a vitória dos mercados sobre o Estado, e, assim, uma reconfiguração do mapa político do mundo, com base em cidades-Estado e regiões econômicas, em vez de estados nacionais. Já os “céticos da globalização”, como P. Hirst, dão-se à pachorra de mostrar que a economia mundial esteve mais integrada no começo do que no fim do século XX.

  • As armadilhas da semântica

    George Orwell, o escritor inglês que nos deu algumas das obras que melhor iluminaram o ambiente dos difíceis anos que duraram da Depressão à Queda do Muro de Berlim, entre elas as duas terríveis sátiras "1984" e "Animal Farm", foi antes de mais nada um homem de excepcional integridade.