Início > Artigos

Artigos

  • Exemplos internacionais

    O Globo, em 17/06/2017

    Mais uma vez o cenário político internacional nos traz exemplos que podem servir de orientação sobre como tratar os graves problemas de financiamentos partidários e a corrupção na política. O caso da Operação Mãos Limpas, na Itália, guarda semelhanças com a nossa Operação Lava Jato e no momento vivemos um quadro de forças políticas antagônicas se unindo contra as investigações, do mesmo modo que aconteceu na Itália.

  • Não deixe o samba morrer

    O Globo, em 17/06/2017

    Até entendo que, por razões de fé, o pastor Marcelo Crivella não goste de carnaval. Basta lembrar que viajou para não assistir como prefeito ao seu primeiro desfile das escolas de samba. Alegou que “seria demagogia” comparecer. Na verdade, não seria, porque faria parte de suas obrigações protocolares como anfitrião oficial de nossa maior festa popular, indispensável fonte de alegria para o povo e de receita para o município.
     

  • Política no escuro

    O Globo, em 16/06/2017

    A situação está de vaca não conhecer bezerro. Esta velha imagem nordestina, muito usada na política, é a que melhor define o quadro atual. Basta ver que os partidos políticos, que já perderam o rumo há muito tempo, agora começam a defender posições opostas às que sempre defenderam, mais perdidos do que cego em tiroteio, outra expressão popular muito conhecida.

  • E agora, Moreno?

    O Globo, em 15/06/2017

    O velório de Moreno parecia um daqueles costumeiros jantares que ele promovia, com todos juntos e misturados, formando uma multidão de várias cores e credos. Ele ia gostar. Só faltava a comida de Carlúcia. O clima de confraternização era o mesmo.

  • Moreno, um jornalista especial

    O Globo, em 15/06/2017

    Em julho de 1996, quando foi lançado o site Globo On, a orientação era não guardar mais notícias para a edição impressa, era preciso colocá-las na internet o quanto antes. Uma mudança radical no jornalismo, que naturalmente encontrou reações, sobretudo entre os mais antigos. Moreno era um dos mais resistentes na sucursal de Brasília.

  • Os desafios do mundo de hoje

    O Estado do Maranhão , em 15/06/2017

    A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) foi citada pela primeira vez na Constituição de 1934. Porém, a primeira LDB foi criada em 1961 (Lei 4.024/61), seguida por uma versão em 1971 (5692/71), que vigorou até a promulgação da mais recente, em 1996 (9394/96).

  • PSDB na berlinda

    O Globo, em 14/06/2017

    O desconforto evidente de parlamentares chamados de “cabeça preta” do PSDB com a decisão de permanecer apoiando o governo Temer, não apenas com posições programáticas, mas com cargos e ministérios, fica evidente no movimento que já se esboça entre os deputados para votar em bloco a favor de um provável processo a ser pedido pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel temer.

  • Mais de mil beijos

    O Globo, em 14/06/2017

    Durante umas duas horas, a conduta civilizada de grupo de adolescentes do ensino médio serviu de contraponto às desagradáveis cenas no TSE.

  • Afasia beneficia Temer

    O Globo, em 13/06/2017

    O presidente Michel Temer é beneficiário no momento de uma afasia política que domina os principais centros de poder no país. Não há um consenso sobre quem assumiria o governo caso Temer fosse retirado do Planalto, e nem há interesse do PMDB, o maior partido do Congresso, de colocar em risco seu predomínio no Legislativo.

  • O elixir do samba

    O Globo, em 11/06/2017

    Os sambas dos craques de hoje e de sempre são alguns de nossos grandes antídotos contra o veneno da desesperança.

  • Poderes em guerra

    O Globo, em 11/06/2017

    Nas democracias mais maduras, um político mentir, sobretudo se ele é o presidente da República, é razão suficiente para perder as condições de exercer o cargo para o qual foi eleito. O presidente Michel Temer tem mentido tanto nos últimos dias que seus desmentidos perdem o valor de face.

  • Corrupção e ostracismo

    Folha de São Paulo (RJ), em 11/06/2017

    Durante os oito anos do mandato presidencial de Fernando Henrique Cardoso, critiquei-o quase diariamente, chegando ao ponto de me considerarem inimigo pessoal dele. No entanto, votei nele para a Academia Brasileira de Letras e fui compensado com uma brilhante palestra que ele fez sobre Joaquim Nabuco.